materia_20-04-2018_---_01.jpg

 

“Esse é resultado de uma ação conjunta de três senadores e seis deputados federais, de uma bancada de onze, que destinaram R$ 1,9 milhão cada um, e aí está a obra, além de duas carretas laboratório que devem chegar até junho”, comentou o senador João Capiberibe (PSB) durante visita, juntamente com a deputada federal Janete, na manhã desta sexta-feira, 20, ao canteiro de obras da unidade do Hospital de Barretos – referência no tratamento de câncer – também chamado de Hospital de Amor Barretos.

A deputada Janete lembrou que o hospital deverá tratar de forma preventiva 90% dos casos de câncer no Amapá. “O objetivo principal é detectar de forma precoce essa doença que mata centenas de pessoas no nosso estado e quando as carretas estiverem percorrendo os dezesseis municípios, nós vamos evitar essas tragédias, bem como o transtorno de ter que ir à São Paulo em busca de tratamento”, frisou a deputada.

O recurso de bancada foi alocado em virtude da demanda dos pacientes com câncer que precisam sair do estado para fazer tratamento no Hospital de Câncer em Barretos (Programa de Tratamento Fora de Domicílio – PTFD).

Diante disso, surgiu uma articulação envolvendo a bancada federal, que destinou o recurso, com o Hospital de Câncer de Barretos, executando a construção e estrutura, e o Governo do Estado do Amapá, que doou o terreno, tornando possível a implantação de uma Unidade do Hospital de Câncer de Barretos no município de Macapá.

materia_19-04-2018_---_03.jpg


O senador Capiberibe (PSB/AP) conversou com alunos da Universidade de Brasília (UnB) sobre transparência, controle social e Gestão Compartilhada. Ele explicou que tem a ideia e vai conversar com os professores do Amapá para incluir nos currículos escolares o conteúdo da transparência e da Gestão Compartilhada.

Segundo Capiberibe é preciso que desde criança a sociedade aprenda que existe receitas e despesas que são recolhidas pelo Estado por meio dos impostos. “Nós precisamos conhecer o passo a passo das receitas e das despesas, e isso hoje é possível pela lei Complementar nº 131 de 2009, de nossa autoria e amanhã pela Lei da Gestão Compartilhada que está na Câmara dos Deputados pronta para ser votada”, afirmou.

O professor Ricardo Caldas destaca a importância desses temas. “É importante que essa matéria fosse incluída já no ensino médio, não só nas faculdades, para que as pessoas já tivessem acesso a esses conteúdos”.

Vale lembrar que no Amapá já existe um grupo de Gestão Compartilhada com professores. O objetivo do senador Capi com esse grupo é pensar a sistemática da construção do conhecimento, sua filosofia e metodologia.

Gestão Compartilhada – O PLS 9617/18, de autoria do senador Capiberibe, institui a Gestão Compartilhada. O projeto incorpora o uso das novas tecnologias no controle de políticas públicas.

O PL 9617/2018 já foi aprovado no Senado e teve requerimento de urgência aprovado na Câmara dos Deputados, onde em breve deverá ser votado.

materia_19-04-2018_---_02.jpg


Na noite desta quarta-feira (18), o senador Capiberibe (PSB/AP) fez um apelo no plenário do Senado ao ministro da Integração Nacional, Antônio de Pádua de Deus Andrade, para que tenha atenção especial na situação de emergência nas áreas do município de Laranjal do Jari. Elas foram afetadas pela inundação em decorrência do aumento do nível do rio Jari e seus afluentes, provocado pelo alto nível pluviométrico no período.

“Faço esse apelo ao ministro para que se ocupe, com rapidez, em estender a mão generosa do Estado Brasileiro às pessoas que dela necessitam nesse momento”, afirmou Capiberibe.

O senador explicou que Laranjal do Jari é um município que surgiu para a vida da Amazônia através de um megaprojeto, do projeto de Daniel Ludwig, nos anos 60, que arrastou milhares de pessoas para o coração da floresta. “Essa população vive à margem do Rio Jari, que recebe a contribuição das chuvas que caem na Serra do Tumucumaque. Neste momento, as águas do Rio Jari cresceram, invadiram e já atingiram 3,7 mil moradias, atingindo 8 mil pessoas, que estão desabrigadas em função da enchente do Rio Jari”.

Capiberibe destacou, ainda, que é preciso que a Defesa Civil agilize o atendimento. “É preciso acudir essa população que, neste momento, vive momentos de aflição, de um certo desespero, porque a enchente termina destruindo o pouco que essas pessoas têm”, finalizou.

Pagina 1 de 5
bannerda tv

fiscaliza br botao

00000001

capi sustentavel

livro morte nas aguas

capi youtube
Sua ideia pode virar Projeto de Lei

Newsletter

  1. Twitter

Endereço

Ala Sen. Afonso Arinos - Gab. 08
CEP: 70.165-900 Brasília/DF
Telefone: (61)3303-9011
Fax: (61)3303-9019
Email:  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.